FLORBELA ESPANCA

 

Florbela Espanca

 Muito conhecida pelos seus maravilhosos e poéticos sonetos, o maior nome feminino da Literatura Portuguesa do Séc.IX/XX FLORBELA ESPANCA deixou-nos também além de prosas outras modalidades de poesia como as suas quadras. Para conhecimento dos leigos e curiosos, estou relacionando abaixo algumas, para os que não se inteiraram ainda nesse seu diferencial poético:

 

Luar! Lírio branco que se esfolha...   Há em tudo quanto fitas

Neve, que do céu,anda perdida,       Pureza igual à dos céus.

Asas leves d'anjo que pairando,       Até são belos meus olhos

Reza pela terra adormecida...          Quando lá poisam os teus!

 

Que filtro embriagante                    Está tudo quanto olho

Me deste tu a beber?                     Na 'scuridão mais intensa

Até me esqueço de mim                  Faltou de teus olhos lindos,

E não te posso esquecer!...             A luz profunda e imensa.

 

De: Poesia Completa – Ed. Dom Quixote (2000- Lisboa)

 

 

Pensamento do dia: O silêncio é um pouco do céu que chega até nós. (Psichiary)

 

 



Escrito por Lenamaio às 02h13
[] [envie esta mensagem]



REFERENDO

 

E você, vai votar SIM ou NÃO nesse episódio  que o nosso governo nos apresenta para esse mês?  As campanhas estão por aí tentando sugestionar gregos e troianos para aprovarem ou desaprovarem mais um referendo. Na verdade, armas nas mãos dos civis não pode. Armas nas mãos dos bandidos, pode? Civil não sabe atirar, o bandido já vem com a sua arma  na mão, arma em sua casa pode causar acidente familiar com crianças, em brigas de vizinhos, discussões no trânsito, crimes passionais etc. O governo investe sei lá quantos milhões para aferir as urnas, colocá-las nos postos de votação, com pessoal para fiscalização, levam de caminhão, jipe, e até de canoa lá no fim da Amazônia nas tribos indígenas para ser realizada a votação. Por que não levar também remédios e alimentos para os nativos que morrem sem ajuda nenhuma do governo? Urna de votação pode levar. Assistência médica, educacional e social não pode. E você? SIM ou NÃO?

 

armas dos civis? polícia? bandidos?

Pensamento do dia: Basta a coragem no criticar para muitas vezes se ter bom êxito ( Goethe)
 

 


Escrito por Lenamaio às 01h48
[] [envie esta mensagem]



POESIA

  : Niterói: Sol e nebulosidade variada, sem previsão de chuva.

Estou tentando publicar um livro de poesias. Coitados dos poetas desse país. Tenho o material editado, a boneca pronta, mas não tenho o principal; dinheiro para fazê-lo. As editoras menos  conhecidas, estão pululando por aí procurando incautos para publicarem antologias em forma de cooperativas. Publicam tudo. Basta você pagar. Aí sai um livreco cheio de erros, poesias nada aceitáveis onde se mistura alhos com bugalhos e tudo acaba com beijinho na boca e um mundo alegre e colorido. O processo editorial deveria dar mais espaço para os escritores brasileiros. Sim, há muitos que não escrevem nada e se julgam escritores. Há muitos que publicam tudo e também não são escritores. Vai da grandeza da sua estrela maior. Sorte? competência? Sei lá! Num Brasil onde vale tudo, não se pode avaliar com certeza onde está a verdade, nem com quem ela está e continua-se repetindo que há poucos que têm muito, e há muitos que têm pouco. Isso, cada um vê de sua  própria colocação no mundo. Enquanto isso, vamos colocando nossos poemas na Internet que apesar de registrados nos Escritórios de Direitos Autorais da Biblioteca Nacional, continuam plagiados descaradamente  e muitas vezes sem nomeação de seus  autores. É arriscado fazer isso? Se o pessoal vende até tênis pirata, cds, camisas de clubes de futebol, marcas de griffe em qualquer camelô e geralmente acaba em pizza...Ainda bem que poesia não se vende. Escolhi hoje para vocês um texto há muito tempo feito e hoje retirado do baú das lembranças.

Colcha  de Retalhos

 

Minha  vida é uma colcha de retalhos             

onde procuro pedaços iguais

tentando recompor seqüências. 

Gasta, lavada,

que não guarda mais

sua estampa original.                                     

Ainda serve como adorno

mas falta calor

para aquecer noites de inverno.

Autoria de M.G.Ribeiro

 

Pensamento do dia:  Estratégiaé a arte de usar o tempo e o espaço. Espaço nós podemos recuperar, o tempo, nunca. (Napoleão)

 

 



Escrito por Lenamaio às 23h53
[] [envie esta mensagem]



PORTUGAL

            Niterói: Sol e nebulosidade variada com pancadas isoladas de chuva

Hoje a minha saudade fala o mesmo idioma que o nosso. Estive na reunião/jantar do Elos Clube de Niterói filiado à Comunidade Lusíada do qual faço parte da diretoria e com muita satisfação respirei por algumas horas um magnífico  aroma de Portugal. O palestrante da noite, Dr. Sylvio Lago Jr. pessoa de muita cultura e acadêmico de diversas instituições literárias falou-nos sobre os personagens mais vibrantes dos romances de Eça de Queirós. Houve o jantar, alguns pronunciamentos de pessoas de importância em nosso meio cultural, político e social niteroiense. Fechamos a noite com uma tertúlia poética da qual também participei  declamando uma poesia feita com o sabor e a saudade portuguesa. Casualmente o assunto beirou as raias deste mesmo tema com a palavra de outras pessoas depois de mim. Chegando em casa, senti que precisava dividir com vocês essa ansiedade em falar de um Portugal legendário em minha vida pois lá não mais voltei desde 1996. Pensei em ilustrar essa crônica com alguma imagem deste país  que tanto admiro, mas não sabia como escolher. Tudo é tão lindo, tão pitoresco, romântico... mas caí como quase todos os amantes de Lisboa nessa feliz escolha. Parabenizo vocês  pelo privilégio de admirarem essa foto que fala-me muito de perto ao coração e mexe bem lá no fundo com  a minha saudade.

 

Catelo de S. Jorge 

 

 

Pensamento do dia:  Se você faz as coisas bem, faça-as melhor.Seja audacioso, seja o primeiro. (Anita Roddick)

 



Escrito por Lenamaio às 23h47
[] [envie esta mensagem]



PARIS

         Niterói:Sol e nebulosidade variada, sem previsão de chuva

Pensava que não fosse assim tão sentimentalóide já que as pessoas que conheço "acusam-me" de ser  forte, guerreira, idealista etc.(Acho que sei disfarçar direitinho) mas no fundo sou mesmo uma emotiva, chorona, tímida em alguns casos e dona de uma simplicidade que impressiona muita gente.  Creiam vocês. Hoje, visitando um site que falava sobre viagens, encontrei uma imagem, que no mesmo momento fez-me crescer lágrimas aos olhos. Foi uma certa manhã em Paris. Acordamos, eu e meu filho e fomos bater pernas pela cidade. Banho tomado, cabeça ainda molhada, vesti-me naquele casaco enorme, (era inverno) e ganhamos à rua. Fomos tomar café no "Les Deux Magots". Sentamos sob o toldo branco e verde naquelas mesas que ficam na parte de fora do Café vendo o sol nascer timidamente entre as árvores  e o povo a passar diante de nós como um desfile de tipos inusitados.

As lágrimas vieram aos olhos e o coração baqueou. Que saudades! das nossas viagens cheias de aventuras, do nosso companheirismo como dois amigos e não mãe e filho, das "briguinhas" bobas quando ele ia à frente, deixando-me mais atrás...  Outras tantas saudades, muitas, mas a de hoje foi simplesmente a saudade daquele café no

"Les Deux Magots"

        Paris

         Pensamento do dia: A felicidade consiste unicamente em imaginarmos que somos felizes (Nathaniel   Altman)



Escrito por Lenamaio às 02h03
[] [envie esta mensagem]



TEMPORAIS

               Niterói:Tempo nublado, alguns períodos de melhoria e chuva a qualquer hora do dia.                           

                                           

Como ultimamente o tempo em minha cidade não tem dado o ar de sua graça para corresponder a Estação Primavera que se anunciou e chegou com uma frente fria, resolvi desta vez, subtrair um pouco das palavras numa das minhas habituais crônicas para falar de poesia  própria para se ler ao calor da emoção e aquecer uma noite chuvosa. 

                          

                                               TEMPORAIS

 

                              Galhos desprendidos do arvoredo

depois da tempestade,

ao sabor da correnteza,

vamos nós

a caminho de algum mar.

Pelos atalhos, em frangalhos,

a procurar se restou

alguma coisa real,

ao passar do vendaval.

Ao encontro de uma praia

perdida, esquecida,

tal Crusoé,

sobrevivendo aventuras

numa esperança

de nossa libertação.

Galhos esquecidos, quebrados,

a salvação

no momento da fogueira

                              aquecer o coração.

 

Autoria de M.G.Ribeiro

 

 

 



Escrito por Lenamaio às 23h19
[] [envie esta mensagem]



A TERCEIRA IDADE

      Niterói: Domingo de sol e nebulosidade variada com pancadas isoladas de chuva

         Estive ausente alguns dias por aqui e felizmente recebi algumas mensagens procurando saber o motivo da falta dos  meus comentários. Explico. Estive em Três Rios, município do RJ onde o SESC RIO organizou, no âmbito do programa sócio educativo o II FORUM PARA A TERCEIRA IDADE- QUALIDADE DE VIDA.Uma programação  variada num fim de semana onde foi apresentado um teatro composto por senhoras da terceira idade, oficinas de dança, argila e sexualidade. Na noite de abertura, além do teatro foi exibido um curta metragem premiado num festival em Curitiba  - Vovó vai ao Supermercado – onde se nos apresenta uma das variantes dos inúmeros casos que acontecem no dia a dia dos idosos. Como palestrante da noite, falou a Sra. Isabel Lopes Monteiro – Presidente do Conselho Estadual do Idoso. Foram abordados temas muito atuais como o abandono do idoso pela família, o cerceamento da entrada nos transportes coletivos, os maus tratos, o desrespeito, a falta de assistência médica, e inúmeros itens que possivelmente  nós poderíamos enumerar particularmente em cada caso na coletividade em que participamos.

Ficou patente que nós devemos exercer a cidadania em relação ao idoso assumindo o papel de sujeito de sua história pessoal, exercendo os direitos civis, políticos e sociais, o que é facilitado pela organização e participação em programas de política pública e movimentos sociais, segundo palavras da Professora da UFRJ Sara Nigri Goldman.

É importante que façamos nosso papel na sociedade denunciando casos que agridam o Estatuto do Idoso, aprovado pelo Decreto n° 1.948 de 3 de julho de 1996. Usem o telefone 0(XX)21-2299-5700 ou pelo email: ligueidoso@acaosocial.rj.gov.br

Esses contatos são do Ligue Idoso Ouvidoria  no seu Programa de Atendimento.  Felizmente, já alguns setores de nossa sociedade têm se organizado para a melhoria da vivência da terceira idade com lazer, esportes, turismo, redução de preços em espetáculos, museus, atendimento médico, oficinas especializadas em trabalhos manuais, artísticos e literários. Felizmente, nem tudo está perdido.

 

         Direitos Autorais Reservados

 



Escrito por Lenamaio às 01h25
[] [envie esta mensagem]



GIRANOITE

                  Niterói - Sol e nebulosidade variada com pancadas isoladas de chuva

Numa das não menos raras noites de insônia, andei navegando pela internet e descobri aleatoriamente uma poesia minha num blog. Engraçado que ao ver a imagem, achei coincidência a pessoa ter a mesma  que eu usara no meu site. Mais abaixo, vi um trecho  da minha poesia, e a identifiquei imediatamente. Fui aos comentários, e lá as pessoas indagavam de quem seria a poesia pois não estava o nome do autor. Outras elogiavam a beleza do post, outras do texto, e atrevi-me então a entrar também  nos comentários e identificar o nome da autora e  pedir a responsável pelo blog que publicasse a poesia na íntegra mas a mesma alegou-me falta de espaço, pediu desculpas, etc. e tudo ficou numa boa.  Para nós que escrevemos acho válido ver  publicada uma poesia nossa; Afinal está sendo feita uma divulgação do nosso trabalho, mas por outro lado,deve-se  comunicar o fato ao autor ou pedir autorização para usar evitando que não se leve o susto que levei. Não concordam?

 Os Girassóis do Alentejo

 http://www.sonhoseternura.com.br/meuspoemas/girassois.html

Pensamento do dia:É sempre bom esperar o fracasso e ser surpreendido pelo sucesso (Steven Spielberg)

 



Escrito por Lenamaio às 23h29
[] [envie esta mensagem]



PLIM-PLIM

    

          Niterói: sol e nebulosidade variada com pancadas isoladas de chuva

 

Infelizmente, quando Adão e Eva comeram a tal maçã, tudo de ruim passou a acontecer no paraíso. Isso foi-se espalhando de tal maneira, se alastrou tanto que chegou até os nossos dias. Uma das piores coisas que aconteceram depois do pecado muito original por sinal,foi o vício. Há pessoas que se viciam em cigarro, jogos de azar, bebidas alcoólicas, drogas, em falar mal da vida alheia, em café, coca-cola...vamos encurtar a lista. Há os que se viciam em televisão, e o pior, viciam-se na Globo. Eu na verdade estou tentando resistir depois que reduzi meu plano de Tv por assinatura, mas volta e meia estou lá no plim-plim.Isso, meramente por falta de opção porque o resto, agrada mas não vicia.  Uma das manias da grande população é o Jornal Nacional. Pôxa, depois de quarenta anos da emissora, o clichê não muda...e o pior agora, é que não mudam as notícias.. Uma terça parte do noticiário é para falar em política. Aí aparecem aqueles senhores sérios e engravatados, discursando, comentando... Não se fala em outra coisa senão CPI  disso, daquilo e daquilo outro. Secretárias nunca deram tanto IBOPE. Antigamente secretária servia só para fazer piadas com relação ao patrão. Hoje elas estão na crista da onda e tem até quem queira posar nua para a Playboy. (que por sinal vai ter a tiragem encalhada) Se o Marcos Valério posasse pelado de corpo, porque a cabeça já é pelada, talvez descobríssemos uma cueca invisível onde estariam  seguramente guardados os milhões de milhões de que falam as CPIs. Mas o assunto em pauta hoje é o Jornal Nacional. Depois de vc. ouvir aquele  Katrina  de notícias, vem aquele intervalo safadinho, e quando volta o casal vinte para dar prosseguimento ao jornal, falam duas notícias sobre o Parreiras que ainda não escalou a seleção, do Guga que perdeu mais uma vez, do

balanço de quantos morreram no Iraque, e depois...BOA NOITE!

E o pior, ainda vem por aí. Antes daquele programa chatésimo do Jô que ultimamente só entrevista políticos, existe o Jornal das dez. Aí é a mesma enxurrada  das mesmas notícias repetidas. Se  vc, corre para a Globo News, vai cair na mesma esparrela. Gente! chega de falar desse noticiário sem sal, sem açúcar, sem sabor. Chega de falar nessa politicagem barata. Bota logo meia dúzia de Severinos, Malufs, Jeffersons, no meio da floresta amazônica e peçam a Deus para cair um novo "Delúbio" no Brasil sem direito a Noé e fazer uma faxina geral para começar tudo de novo. É capaz do Reizinho se salvar pois certamente estará no seu lindo avião  visitando outros reinos e fazendo novos acordos.

Prometo  trazer assuntos mais amenos da próxima vez. Perdoem o meu estado de espírito por hoje, mas afinal, também sou humana e infelizmente vejo televisão..

 

Pensamento do dia: De onde menos se espera é que não sai nada mesmo (Barão de Itararé) 

 

 




Escrito por Lenamaio às 02h38
[] [envie esta mensagem]



BRASIL x BRAZIL

                                                

 Niterói: Tempo Chuvoso

 

Em que país nós vivemos? Que língua nós falamos? Quais são nossos usos e costumes? O que você. sabe do nosso folclore? Qual o tipo de música característica do nosso país? – Você que lê a minha mensagem saberia responder essas perguntas?  Sabe gente, às vezes eu fico em dúvidas se isso aqui é Brasil com S ou com Z. O folhetim animado que passa pela Globo às 21 horas e que muitos chamam de novela das oito, está mostrando a "coisa" como funciona nos Estados Unidos. Eles querem mesmo é que brasileiros se lixem. Não têm a menor consideração com os imigrantes e o nosso povinho vive dando nó em pingo d'água para ir trabalhar lá. TRABALHAR mesmo! Comem o pão que o diabo amassou e só querem voltar ricos. Existem alguns até que dão certo, mas como ralam...passam fome, necessidades, e ilegais, vivem correndo daqui pra ali sujeitando-se às piores humilhações, etc. A Glória Perez, (não que eu a admire muito) está mostrando um pouco dessa realidade, se bem que meio maquiada, mas o povão não entende o espírito da coisa. Continuam dando murro em ponta de faca e depois choram quando vêm deportados, fracassados, humilhados, pobres, ainda devendo o dinheiro da viagem.Quando não voltam num caixão.

Mesmo assim, no nosso BRAZIL,  você anda pelas ruas e parece que está em Miami ou Nova York. Se entra num shopping, (Não existe outra palavra em português para substituir essa?) você. vai encontrar  uma loja de fast-food, que vende hot dog, coke, sundae, big mac; Noutro restaurante você é servido "à la carte",  compra uma bolsa na "Le Postiche", come um churrasco no, Outback SteakHouse compra as suas roupinhas no Evidence ou Planet Girls, bijouterias no Raffinné, sapatos na Arezzo, artigos para o lar na Imaginarium, engorda seus quilinhos no Lecadô (hum...essa doeu!) e termina dando um jeitinho no cabelo no coiffeur fulano de tal. Bem... chega de fazer propaganda de graça. E onde fica o nosso folclore?Até as festas juninas no nordeste estão fazendo umas quadrilhas todas sofisticadas com saias de balão, armações e pula-pula que nem carnaval.   Nossas festas tradicionais deram lugar ao Halloween, e ao  Thanksgiven. A bossa-nova, e nosso samba rasgado? Liga o rádio e você. só escuta gringo cantando e fazendo barulho. Valha-me Deus! e como se  isso não bastasse esses adolescentes que estudam inglês saem pela rua falando em brother, beach, surf e truncam a linguagem escrita e falada tornando-a quase tribal. Isso, sem falar nas religiões que são importadas e esses fanáticos querem nos impingir de porta  em porta a aceitar seus credos, como se já não tivéssemos os nossos. Gente! não dá para agüentar viver desta maneira nesta pátria amada Brasil. Good nigth, Bon soir, Buona  Sera, Arrivedercci, Ciao. (Desculpem se algo está escrito errado, afinal eu tenho mesmo que saber, é dizer BOA-NOITE e assim mesmo o Rex está insistindo para eu instalar sei lá  o que no computador  para fazer correções.- Vai dormir Rex!)

                                                                        

 

Pensamento do dia: Tanto na escola quanto na vida, a maneira mais fácil de ensinar é dar o bom exemplo. (Frei Anselmo)

 

                                                                     

 

                                                  



Escrito por Lenamaio às 03h09
[] [envie esta mensagem]



ERA UMA VEZ

 

 

      

 

Niterói: Tempo   Nublado com sol      

 

Era uma vez um jovem que queria ser Rei. Ele havia estudado muito pouco. Dizia muitas coisas sem nexo e sua mãe vendia na feira as batatas e abobrinhas que ele plantava nos ouvidos dos outros. Apesar de ter ganho um dicionário muito grosso de um velho professor, ele o usava para fazer altura quando subia nele nos dias de desfiles em sua vila. Gostava muito de assisti-los porém não gostava de trabalhar e tinha até preguiça de fazer a barba.

Como havia uma grande parte da população de sua vila que estava desgostosa com o Rei, que os enchia de impostos, juros, leis absurdas, começou a arrebanhar muitas pessoas para ouvirem suas propostas. Aí subia no dicionário e como se as palavras subissem pelos pés, falava bonito, enganando o povo mais ignorante que ele. Tentou por muitas vezes  tomar o lugar do Rei, mas o povo que lhe ouvia sempre, não o ajudava o suficiente para isso.  Certo dia, um nobre mancebo  que freqüentava o palácio achou que o Rei  já estava a muito tempo no poder e assim resolveu que poderia substituí-lo.  Mas agora, o jovem barbudo já tinha uma boa quantidade de gente que o seguia, e assim juntaram-se todos na porta do ferreiro e se dirigiram às ruas conclamando o povo que o apoiasse. O mancebo que freqüentava o palácio não se apavorou e resolveu lutar com o jovem barbudo mas foi traído por outros amigos do palácio e com isso, o já não tão  jovem barbudo, certo dia atravessou a rampa levadiça do palácio e nele entrou triunfante. A aclamação que deveria ser feita com as bandeiras do reino foi substituída por bandeiras  vermelhas pois o barbudo gostava muito dessa cor e a esposa dele também. Tanto que ela foi a festa vestida de vermelho.

Assim, o novo Rei começou a convocar seus auxiliares. Velhos amigos de infância, companheiros das tabernas, sendo que esses um pouco mais sabidos do que ele, pois escreviam seus discursos, ensinavam-no como se vestir,comer, falar...O Rei Barbudo no entanto  começou a gastar o dinheiro do povo. Comprou um avião que nem o Rei do outro reino mais rico tinha igual,começou a inventar uma porção de coisas que só consumiam o dinheiro do povo. Aumentou impostos. juros,... fez igualzinho ao outro. Mas um dia apareceu um dragão  que tinha o olho roxo e gostava de se vestir de  roxo também , para ajudar a dar um jeito naquilo tudo. O dragão cuspiu fogo para todos os lados e queimou muita gente. Aí, com esse desastre o castelo começou a ruir. Os primeiros a saírem foram os velhos amigos do rei  que ficaram mais chamuscados. Depois, começou  gente a querer caçar gente e o Rei chorando muito e chamando pela sua mãezinha foi ficando cada vez mais triste. Agora ele tem medo que o palácio caia na sua cabeça e começou a querer limpar tudo de repente. Será que ele consegue? Sei não. O reino fede que é só lixo e lama. Não existem masmorras para prender os que estão chamuscados  e caçados pois elas não foram feitas para eles. Não têm Tv, ar condicionado, colchão de molas, serviço de quarto, garçons, hidromassagem, e sabão Omo para clarear os colarinhos das suas indrumentárias.

Assim acaba a nossa história. Entrou por uma porta, saiu pela outra, quem quiser que conte outra.

Pensamento do dia:Toda vitória e todo progresso humano pousam na força interior (Maria Montessori)




Escrito por Lenamaio às 01h50
[] [envie esta mensagem]



Afinal, ele nasceu!

 Niterói: Tempo Nublado

Hoje realmente meu blog veio ao mundo. Não o havia divulgado ainda pois achava que não valia a pena colocá-lo no ar meio insípido, cheio de dúvidas, mas encorajada pela amiga Kliz ele surge para a posteridade blogueira do Universo.Não sei se estou no caminho certo. Para isso aceito sugestões, críticas, dicas, e comentários, que afinal serão sempre importantes. São geralmente uma forma de refletir as preferências e antipatias por esse ou aquele assunto, tornando o debate válido de acordo com a opinião pessoal de cada um. Minha intuição sinaliza que as pessoas que gostam de poesia estarão de vez em quando por aqui. Certa vez vi uma entrevista do Afonso Romano de Sant'Anna onde ele dizia que os poetas haviam invadido a Internet. Que coisa boa! Melhor do que os americanos invadirem o Iraque.A afirmativa do poeta, dá-nos a certeza de que coisas muito boas estão surgindo e que ficavam até então engavetadas e recusadas pelas editoras. Aliás, para elas, não há interesse em publicar poesias de autores novos.Continuamos a ver sempre nas prateleiras os mesmos títulos e os mesmos autores em edições renovadas.Muitas vezes, até eles mesmos são ignorados. Recentemente passei por uma livraria importante que fica num shopping da Barra da Tijuca e perguntei a um vendedor todo empertigado e bonitinho, camisa muito branquinha, parecia até que estava fazendo propaganda de sabão em pó, se tinha tal livro assim, assim, de Florbela Espanca. Aí o rapazinho foi solenemente ao computador e escreveu o primeiro nome da autora de forma errada. Talvez estivesse confundindo com a novela que passa à noite na TV Bandeirantes,Quando apelou para o sobrenome... aí deu-se o desastre. Foi quando ele pediu arrêgo e disse: - "Soletra pra mim" - . Eu respondi debaixo da minha modesta sabedoria: - "Pode deixar... não quero mais o livro. Obrigada!"

Ainda bem que esses ainda não estão invadindo a internet. Já imaginou?

Espero ter muitos leitores no meu Blog, mas poucos, como o tal vendedorzinho da livraria. Por hoje, depois desta só dizendo... bye bye!

 

                                                                            

 

Pensamento do Dia: O conhecimento pode ser comunicado e ensinado, mas não a sabedoria.(Herman Hesse)



Escrito por Lenamaio às 03h39
[] [envie esta mensagem]



O Mundo Mudou

    -  Niterói: Tempo Chuvoso 

O mundo já não é mais o mesmo. Ora dirão todos, mas claro, tudo se modifica, tudo se transforma segundo a lei de Lavoisier. Refiro-me ao mundo nosso de cada dia, aquele das épocas  em que éramos crianças, brincávamos de roda, chicotinho queimado,de casinhas, bola de gude, mocinho e bandido, líamos Monteiro Lobato, Juca e Chico, Sianinha e Maricota, - pôxa! você. tá velha heim amiga!.

Sim, na verdade envelheci na idade, confesso, mas ainda estou nesse mundo e lamento tantas mudanças. Muitas para melhor, naturalmente, como o progresso da medicina, da tecnologia, da corrida espacial, da emancipação da terceira idade... As velhinhas que antes faziam crochê na cadeira de balanço, e escutavam no rádio O direito de Nascer,O programa César de Alencar, ou do Julio Louzada, hoje fazem excursões, ingressam nas universidades da terceira idade, freqüentam bailes, fazem ginástica na praia, namoram...Isto é muito bom. As nossas crianças não brincam mais de roda, não brincam de pique, não tomam sol, e passam os dias em frente a um computador ou vídeo games apertando botõesinhos e forçando a vista. Quando chegam aos quarenta anos, estão fazendo operação de catarata.

A alimentação é a pior possível caracterizada na maioria pelos fast-foods que surgem a cada esquina. Ficam em recuperação nos colégios e com mais dois meses de aulas extras, pagando para isso, passam de ano com a maior facilidade. Antigamente era uma 2ª época dura e se não estudasse não passava mesmo, e ficava sem férias, sem cinema... Hoje os castigos são outros. – "Se vc. fizer isso ou aquilo, vai ficar sem computador uma semana" – De noite o pai chega do trabalho, abre o dito cujo para ver os emails, piadas, notícias e vai dormir. Ai o garoto senta bonitinho na frente do dito cujo e começa a jogar, bater papo, entrar no mirc enquanto o pai ressona debaixo das cobertas.

Gente, os brinquedos de antigamente mudaram de uma forma impressionante. Brincar de roda nas ruas? como, se o trânsito louco torna impossível até atravessá-las? brincam de pique correndo dos pivetes;bolas de gude viraram balas perdidas,(bola/bala) mocinho e bandido, é a única brincadeira que ainda se vê, mas quem brinca agora são os adultos, com a diferença de que antes, ganhavam sempre os mocinhos. Não se lê mais Monteiro Lobato. Assiste-se pela televisão um Sítio do Picapau Amarelo que Lobato nunca escreveu. A literatura infantil atual resume-se em  heróis estelares, homens aranha, mangás e etc.Existe ainda felizmente quem compre para seus filhos uma Turma da Mônica, e até o Mickey que antes tinha aquela carinha infantil, hoje veste palitó e gravata e usa chapéu.

Gente!!! Como o mundo mudou...

Pensamento do dia:  Estratégia é a arte de usar o tempo e o espaço. Espaço nós podemos recuperar, o tempo, nunca. (Napoleão Bonaparte)



Escrito por Lenamaio às 02h34
[] [envie esta mensagem]



NEW ORLEANS

 

 

Balanço provisório do Katrina em três estados: 218 mortos

WASHINGTON, 4 set (AFP) - Pelo menos 218 pessoas morreram na passagem do furacão Katrina entre 25 e 29 de agosto no sul dos Estados Unidos, segundo dados divulgados neste domingo pelos estados atingidos.
A agência encarregada de situações de emergência  confirmou 152 mortos no Mississippi, o que eleva o total de mortos na tragédia para 218.
As autoridades ressaltaram que este balanço é provisório porque muitos corpos ainda podem ser encontrados quando as ruas inundadas de Nova Orleans começarem a secar. A agência não dispõe até agora de dados sobre o número de pessoas desaparecidas.

Oi amigos.

Diante dessas notícias, causa-nos uma estranha comoção com o que se está passando com nossos irmãos americanos de New Orleans. Essa imagem linda do Bairro Francês, centro do jazz e outras tradições simplesmente acabou. Que fazer? Pedir a Deus... o que? Quantas famílias arrasadas, órfãos, fome, desespero, morte, doenças e outras  tristezas mais dignas de colocar de luto o coração dos mais insensíveis.

E pensar que no Brasil existem órfãos, fome, desespêro,morte, doenças, e felizmente não temos um Katrina, mas apesar de tudo isso, a situação é idêntica. Não precisamos ir tão longe.. Visitemos a baixada fluminense  com suas ruas de chão de terra, inundações com qualquer chuva, morte por doenças provocadas por ratos, falta de hospitais, de escolas, ... mas ontem o Brasil carimbou o seu passaporte com um cinco a zero  para a próxima copa da Alemanha. Infelizmente os brasileiros têm memória curta e logo estarão cantando  - "Prá Frente Brasil" – e tudo acaba em pizza. Hoje essa pizza tem um gosto muito amargo para mim, que não posso fazer nada, senão escrever.

 

Pensamento do dia: A burocracia é um gigante mecanismo operado por pigmeus (Balzac) 



Escrito por Lenamaio às 02h26
[] [envie esta mensagem]



OS GIRASSÓIS

 

Amo-os desde sempre. Há muitos anos, tive uma amiga portuguesa com quem me correspondia via postal e numa de suas cartas ela enviou-me a foto de um belíssimo girassol que estava plantado em frente a sua janela, num hospital que trabalhava em Lisboa. .No verso da foto ela escreveu algo mais ou mensos assim: "Que a nossa amizade seja como um girassol; que tenha o brilho e o calor do sol., que gire em busca da luz e abrigue as abelhas e borboletas na procura do néctar mais doce da vida"

Daí em diante, falávamos muito sobre os girassóis, referiamo-nos muito a eles quando queríamos falar de coisas bonitas e sentimentais como a nossa velha amizade. E fiz do girassol o ícone da minha vida, perseguindo-o sempre na eterna esperança de reencontrar essa amiga que com a luz dourada do sol, partiu para um campo de girassóis muito além desses sitios amarelos que colorem os campos do Alentejo de sua terra portuguesa.

Mais tarde fiz esse poema, que hoje dedico a Maria de Lourdes Carmo Almeida, uma poeta de sensibilidade, de paixão, de amor pelos seus semelhantes e pela vida que deixou num momento em que precisávamos muito e muito de si para falar de coisas amenas e lindas como os girassóis.

 

 

Girassol

 

Hoje, abro portas e janelas

que dão para o nada.

Nosso girassol murchou

abatido, jogando pétalas

ao vento frio do outono.

Só uma imensa saudade

   continua florescendo.

 

(M.G.Ribeiro)

 

 

Pensamento do dia: Há dois tipos de pessoas;aquelas que fazem o trabalho e aquelas que ficam com o crédito (Indira Gandhi)

 



Escrito por Lenamaio às 00h46
[] [envie esta mensagem]



Rex e eu

Acho que o meu Blog está ficando meio careta. Nunca fiz nenhum, mas quando leio os Blogs alheios penso em desistir  do meu. Não sei entrar nesses assuntos de "quitanda" onde vc. só encontra abobrinhas, pepinos, batatas e abacaxis. Acho que parar frente a um computador para esculachar o governo (não sou do PT, nem votei no Lula) é pura bobagem. Tanta gente já faz isso...Encher uma tela de fadinhas, beijinhos e estrelinhas, é desperdiçar o meu espaço. Aí, paro para pensar igualzinho ao meu assistente  de office, o Rex e vejo que vale a pena mesmo é elitizar um pouquinho mais os assuntos pois discorrer um blog onde a tônica é a bobageira, é jogar o meu precioso tempo pela janela. Assm, se as notas dadas ao meu Blog forem as piores, tudo bem, fico sabendo que as pessoas inteligentes e de bom gosto não passaram por aqui. Se ao contrário, elas forem altas, ótimo, pois tenho a certeza de estar partilhando  os meus  assuntos com pessoas que falam a mesma línga que eu. Hoje serei breve. Prometo na próxima  não parecer tão  snob como algumas pessoas possam julgar-me. Afinal, sou tão simples como conta de somar que se aprende na primeira série. Com o tempo espero passar um pouco mais de mim e fazer-me conhecer melhor para quem apenas tenha uma leve impressão do que sou.

 

 

Para quem não conhece, esse é o Rex.

 

Pensamento do Dia:A vida é um eco. Se vc. não está gostando do que está recebendo, observe o que está emitindo. (Lair Ribeiro)



Escrito por Lenamaio às 19h35
[] [envie esta mensagem]



Sabadão

 

Ô sabadão sem graça! Na televisão, nada para se ver. O tempo lá fora de cara feia...Vou fazer um bolo? E depois, acabo comendo e na próxima subida na balança, acabamos brigando. Recebi uma visita à tarde e quando fui fazer um cafezinho... que vergonha! O gás acabou. Tudo bem, eu tinha um botijão de reserva, mas a visita insistiu para não trocá-lo àquela hora e ficamos só na conversa. Depois, as novelas. (Parece até que só vejo a Globo) mas por medida de contenção de despesas troquei meu plano na TV por assinatura  e estou reduzida às emissoras abertas, quatro canais evangélicos, senado, câmara  assembléia legislativa, além da câmara de vereadores de minha cidade, dois canais daqui também que só passam clipes e entrevistas. Eu mereço! Nada de canais de esportes, filmes,...brincadeira! A NET está abusando do direito de servir mal a preço caro. Afinal, pagar o que se paga todo mês... não dá. Tudo bem, que eu tenho banda larga e acho que costas largas também para agüentar isso tudo. Aliás, como se engole sapos e lagartos nessa terra...Bem feito! quem mandou vcs. votarem no Lula? E eu que não tenho nada com isso vou me ferrando também. Chega por hoje. Pra mim, ainda é sábado. Ainda não fui dormir. Prometo na próxima trazer um assunto mais atraente. Boa noite! Bom Dia! 

Pensamento do dia: A Saudade é a memória do coração (Coelho Neto)



Escrito por Lenamaio às 01h46
[] [envie esta mensagem]



Oi Amigos

Ontem preparei as páginas novas para colocar no meu site esta semana. Estou colocando três poesias premiadas no IX Prêmio de Poesia Florbela Espanca em 2005 na Categoria Juvenil. Quando fui presidente da Associação Niteroiense de Escritores criei esse concurso com a minha vice-presidente, Mila Barbosa. Hoje, mesmo tendo deixado o cargo, continuamos com esse trabalho e as poesias classificadas  na categoria anteriormente citada serão exibidas no meu site. É uma forma de estimular a garotada escrever, e trazer novos poetas à luz da literatura  e cultura nacionais. Vejam lá em www.sonhoseternura.com.br  Estão as poesias dos três primeiros lugares, respectivamente para Anne Karenine Guimarães Nascimento, de Niterói/RJ, Izael Del Penho Godinho Jr, de Duque de Caxias/RJ e Marina de Souza Rocha Ferreira, de Quatro Barras/PR .

Vou tomar a liberdade de usar esse espaço para também colocar uma poesia de Florbela Espanca, já que falamos nela. Também darme-ei o prazer de citar um pensamento a cada dia que escrever. Gosto de lê-los, refletir no que dizem e também provérbios que nos dão curtas lições de vida muito apropriadas em certas ocasiões.

Hoje é sexa-feira. Faz frio em Niterói e o sol não apareceu. Melhor programa: navegar nas águas mansas da Internet procurando novidades,visitando sites novos e inventando coisas.

Bom fim de semana a todos.

 

Anoitecer  - Florbela Espanca

A luz desmaia num fulgor de aurora,
Diz-nos adeus religiosamente...
E eu que não creio em nada, sou mais crente
Do que em menina, um dia, o fui... outrora...

Não sei o que em mim ri, o que em mim chora,
Tenho bençãos de amor pra toda a gente!
E a minha alma, sombria e penitente,
Soluça no infinito desta hora...

Horas tristes que vão ao meu rosário...
Ó minha cruz de tão pesado lenho!
Ó meu áspero intérmino Calvário!

E a esta hora tudo em mim revive:
Saudades de saudades que não tenho...
Sonhos que são os sonhos dos que eu tive.

Pensamento do dia: Prefiro ofender com a verdade do que agradar com a lisonja. (Sêneca)



Escrito por Lenamaio às 22h22
[] [envie esta mensagem]



Estou Chegando!

Apresento a vocês o meu novo empreendimento. Quando conheci a Internet, senti que tinha nas mãos uma valise cheia de novidades mas não tinha a chave para abri-la. Procurei por todos os lados e um dia a encontrei mas para minha surpresa, tudo que havia ali eram bytes, megabytes, arquivos, configurações, PPS, e-mail... uma parafernália que só serviu para confundir a minha cabeça. Como sou teimosa e ambiciosa, quis participar de tudo avidamente. Levou algum tempo para aprender a lidar com tudo isso, e ainda estou aprendendo. Até criei um site que foi uma herança  que recebi de presente. Era mais uma coisa para aprender. E assim, meu site (www.sonhoseternura.com.br) "nasceu" em 27 de outubro de 2002 estando prestes a completar o seu terceiro aniversário. A poucos dias surgiu-me por intermédio de uma amiga a sugestão de fazer um  Blog. Será uma nova tentativa de ampliar meus conhecimentos de como usar a comun icação  virtual com o Universo através do computador. Vejamos o que virá por ai. Levem sempre em conta de que ainda estou engatinhando às cegas e perdoem meus "furos" mas como se diz: Vivendo e Aprendendo. E vamos lá! Este será um arquivo vivo de minhas considerações pessoais, preferências,poesias, pensamentos, fotos e imagens que tenham a ver com o meu dia a dia. Desde jovem sempre admirei os Diários. Secretos antigamente, hoje eles passam a ser a confraternização entre os amigos e deixam de ter aquelas características de segredos escondidos nos cantinhos mais absurdos de nosso quarto de adolescentes. Quero compartilhar com os meus leitores das idéias e ideais que passam por minha mente, preferindo excluir os de conotação religiosa ou política. Desta última pode-se abrir até uma exceção pois hoje em dia, viver nessa pátria amada Brasil e não se falar de política estamos passando-nos atestado de alienados e comodistas. Mas pretendo ser o mais lacônica possível quando se tratar desse mister.Prefiro falar de poesia, de poetas que tenham significação na literatura universal, sem preconceitos, senão apenas aos "poeteiros" que povoam a internet com suas rimas pobres e textos alinhados pelo centro, o que eles chamam de poesia e querem ver publicados de qualquer maneira nos sites mais sérios que lidam com essa magia das letras. Para começar, devo avisar que vou falar muito  sobre a minha poetisa preferida FLORBELA ESPANCA que acredito, pessoas lúcidas já a conheçam. Mesmo assim, como primeira imagem,desejo compartilhar desse espaço com ela, já que inauguro mais uma atividade de lazer e cultura para o meu bem estar  esperando que outras pessoas estejam de acordo comigo. Ela merece estar no meu Blog sem beijinhos, fadinhas, estrelinha ou flores que abrem e fecham pois esse espaço tem a preciosidade de uma pérola no cofre das minhas relíquias mais sérias.                                                                                

Florbela Espanca - 1894/1930 Florbela Espanca (1894/1930)



Escrito por Lenamaio às 20h16
[] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Sudeste, NITEROI, ICARAI, Mulher, de 56 a 65 anos, Portuguese, Arte e cultura, Casa e jardim, Animais, Culinária, Internet


 


Histórico
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005


Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
UOL - O melhor conteúdo
BOL - E-mail grátis
Tempus Fugit
Amor e Sonhos
Espelho Poético
Oncotô?
Colcha de Retalhos
Sonhos e Ternura